Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

PJ prende mãe que atirou filho ao rio Cávado

Susana Pereira está a ser ouvida em tribunal.
14 de Julho de 2016 às 13:09
Mulher deixou bilhete de despedida à sogra.
Susana Pereira, a mãe que atirou o filho, Carlinhos, de apenas seis anos ao rio Cávado, foi presa pela Polícia Judiciária esta quinta-feira. Está acusada do homicídio do próprio filho.

A mulher, que estava internada na casa de Saúde do Bom jesus, uma instituição psiquiátrica, está a ser ouvida no Tribunal de Guimarães. O interrogatório deverá prolongar-se durante toda a tarde.

O juíz emitiu um mandado de detenção, ao qual nenhum dos médicos que acompanham Susana Pereira se opôs, apesar de defenderem que a mulher deve continuar a fazer tratamento psiquiátrico - que poderá ser feito também na prisão. Susana apresentou-se em tribunal com ar abatido, acompanhada por duas advogadas.

O crime ocorreu no dia 17 de junho. Susana dirigiu-se até à ponte de Santa Eugénia em Barcelos, e lançou-se à agua com o filho ao colo. A mulher sobreviveu à queda de mais de 20 metros, ao contrário do menor. O corpo de Carlinhos esteve desaparecido no rio Cávado durante um dia.

Segundo uma amiga, Susana, de 37 anos, já teria tentado suicidar-se cerca de uma semana antes, tendo sida impedida, nessa altura, por populares. Estava com os dois filhos menores.

No dia em que atirou o filho para a morte deixou um bilhete. "Não ando bem. Vou levar o Carlinhos comigo, ele é mais chegado a mim.", escreveu na nota que deixou na casa da sogra, em Barcelos. O filho mais novo da mulher, Luisinho, de dois anos, foi poupado.

Susana estaria num estado psicológico muito frágil, encontrando-se em depressão profunda. Após internamento no Hospital de Braga, a mãe de Carlinhos foi transferida para uma instituição psiquiátrica, onde até agora estava internada.
Susana Pereira Carlinhos Cávado Polícia Judiciária crime lei e justiça crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)