Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Plano Operacional de Combate a Incêndios Florestais na Madeira assegurado por cinco mil elementos

Secretário Regional da Saúde classificou plano de "extrema importância".
Lusa 3 de Setembro de 2021 às 19:59
Bombeiros travam chamas
Bombeiros travam chamas FOTO: Ricardo Ponte
O Secretário Regional da Saúde, Pedro Ramos, classificou esta sexta-feira de "extrema importância" o Plano Operacional de Combate a Incêndios Florestais (POCIF), em vigor na Madeira desde 15 de junho e composto por cinco mil elementos.

"Este programa com base nos nossos meios no terreno permite uma vigilância de 24 horas por toda a Madeira", ressalvou o secretário regional da Saúde e Proteção Civil à margem da visita realizada às equipas que integram o programa.

Para Pedro Ramos, a "extrema importância" do plano reside na "sinalização, detenção e o acionamento de meios para que todas as áreas que, de repente, começam a se incendiar, possam ser rapidamente resolvidas".

O governante frisou ainda que é essa sinalização e detenção inicial que permite depois o acionamento dos meios de acordo com as necessidades.

"Até este momento, o balanço é positivo. Temos tido um ano diferente. Já tivemos alguns fogos como é natural, mas, apesar dos dias em que tivemos altas temperaturas, não tivemos de passar por situações que já passámos em anos anteriores", disse, enfatizando "que as equipas estão sempre em condições de detetar algo mesmo que seja inesperado".

O secretário com a tutela da Saúde e Proteção Civil afirmou que o POCIF vai manter-se o ano todo, incluindo o meio aéreo.

"Este helicóptero Multimissão é designado não só para o combate, mas também para o apoio, para o resgate e transporte de equipas que, de facto, necessitem de chegar a lugares inacessíveis. Estamos satisfeitos, responde às nossas necessidades", salientou.

Pedro Ramos explicou ainda que este foi um "ano especial" porque foi "o ano de introdução" daquele meio aéreo.

Entre 07 de julho e 01 de agosto, a Madeira teve dois helicópteros "em missão de formação, preparação e composição da equipa para este novo helicóptero que, em vez de ser de cinco elementos como os anteriores, passa a ser oito elementos", afirmou o secretário regional.

 

SFYR // MCL

Lusa//Fim

Operacional de Combate Incêndios Pedro Ramos Madeira Madeira Proteção Civil
Ver comentários