Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Pneumonia causou morte rápida

O homem de 31 anos que morreu no Hospital de Faro, depois de lhe ter sido diagnosticada uma inflamação na garganta, foi vítima de uma pneumonia sépsis, cuja infecção se espalhou por várias partes do corpo.
8 de Dezembro de 2007 às 00:00
A autópsia médico-legal pedida pela própria unidade hospital (por serem desconhecidas as causas da morte) revela que Hélder Frade foi afectado por “uma infecção que se espalhou por vários órgãos”, explicou ao CM o presidente da ARS Algarve. Rui Lourenço, que alerta que o doente estava “imunemente frágil devido ao consumo de drogas”.
A família confirmou ao CM que Hélder “estava a tomar metadona”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)