Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

PNR pode manifestar-se no 1º de Maio

O Partido Nacional Renovador (PNR), de extrema-direita, tem agendada uma manifestação para o dia 1 de Maio (Dia do Trabalhador) no largo do Rato, em Lisboa, que já foi autorizada pelo Governo Civil de Lisboa.
28 de Abril de 2007 às 00:00
A acção está já a ser preparada também pela PSP, que irá tentar evitar possíveis desacatos.
Para promover a manifestação, o PNR adoptou o slogan: ‘Trabalho nacional: Prioridade nacionalista’. O partido de extrema-direita foi recentemente alvo de uma busca pela PJ por suspeitas de tráfico de drogas e armas, numa acção em que foram detidos 30 skinheads, ficando um deles, Mário Machado, em prisão preventiva.
A manifestação realiza-se no mesmo dia – 1 de Maio – em que o partido de extrema-direita alemão, NPD, e vários grupos neonazis se vão manifestar em seis pontos da Alemanha.
MISSA POR SALAZAR
O PNR também vai assinalar hoje o 118.º aniversário do nascimento de Salazar com uma missa na Igreja de Nossa Senhora da Saúde, em Lisboa, seguida de um convívio/almoço, onde será lançada a brochura ‘Comentários às quase memórias de Almeida Santos’ – presidente do PS.
Também para assinalar o aniversário do ditador, em Santa Comba Dão (terra onde nasceu), o Movimento Nacionalista Terra Identidade e Resistência tem agendada hoje uma concentração em defesa da criação do Museu Salazar, que a autarquia pretende abrir no Vimieiro. A concentração realiza-se no largo da Câmara.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)