Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Polícia atacada na rua dos bares

Momentos de tensão na madrugada de ontem, na rua Conselheiro Bívar, em Faro. Sete homens do Corpo de Intervenção (CI) da PSP e cerca de 100 jovens entraram em confronto, à hora de fecho dos bares. Os agentes foram apedrejados e ouviram um disparo de arma de fogo. Tiveram de exibir as shotguns e recorrer a bastões e aos fatos especiais de protecção para ‘limpar’ a zona.
24 de Outubro de 2011 às 01:00
Homens do CI tiveram de recorrer aos bastões para ‘limpar’ os jovens da rua Conselheiro Bívar
Homens do CI tiveram de recorrer aos bastões para ‘limpar’ os jovens da rua Conselheiro Bívar FOTO: Nuno Jesus

"Foi por muito pouco que não houve necessidade de recorrer às armas de fogo", admitiu ao CM fonte policial. "No meio dos confrontos, ouviu-se um disparo, que terá sido feito na direcção dos homens do CI, felizmente a rua foi ‘limpa’ só com recurso aos bastões", explicou.

Nessa altura, por volta das 06h30, os agentes já estavam com o equipamento especial que tinham ido buscar à carrinha de apoio. Foi o culminar dos confrontos que começaram cerca de uma hora antes, período em que os cerca de 100 jovens, de Faro, mas também de Quarteira e Olhão, apedrejaram e atiraram garrafas à equipa de sete polícias.

"Por volta das 05h30, várias dezenas de jovens começaram a provocar desacatos", explicou ao CM fonte do Comando da PSP na região. "Não queriam obedecer à hora de fecho dos bares e insistiam em ficar nos locais", explicou a mesma fonte.

Quando a equipa do CI chegou, a fúria dos jovens virou--se para os polícias. "Além de insultos, foram atiradas pedras e garrafas contra os agentes", refere ainda a fonte do Comando de Faro da PSP.

Nessa altura, os agentes foram à carrinha de apoio buscar o equipamento especial. Quando voltaram, foram novamente recebidos com pedras e garrafas. E ouviu-se o disparo com arma de fogo, cuja autoria não foi possível determinar.

Depois a rua foi ‘limpa’. "Não havia condições para fazer detenções", referiu a citada fonte policial, "os homens limitaram--se a dispersar os jovens".

"A NOITE DE FARO TEM ESTADO MUITO MAIS CALMA"

Depois de algumas situações de violência, há dois anos, a zona dos bares de Faro tem estado mais ‘pacífica’, desde que o CI da PSP começou a patrulhar as ruas. "A noite de Faro tem estado muito mais calma", garante o proprietário de um dos bares da rua do Crime que, com a rua Conselheiro Bívar, forma o principal eixo da diversão nocturna da cidade. Os proprietários dos bares dizem que os problemas que ainda ocorrem se resolveriam com "mais presença dos polícias nas ruas".

 

FARO ATAQUE POLÍCIA PSP
Ver comentários