Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Polícia debate crime no futebol

Preocupada com as consequências da violência grave gerada nas bancadas dos estádios de futebol, a PSP realiza amanhã, durante todo o dia, no auditório do Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna, em Lisboa, um seminário internacional sobre as estratégias a adoptar para prevenir e evitar comportamentos criminosos dentro e fora de campo. "Estádios de Sítio: o Policiamento da Violência" é a iniciativa a que o Correio da Manhã se associa e que conta com um painel de oradores de luxo, entre altos responsáveis da PSP ligados à área do Desporto, do Ministério Público e da magistratura judicial.
5 de Julho de 2011 às 00:30
PSP está preocupada com as consequências da violência grave gerada nas bancadas dos estádios
PSP está preocupada com as consequências da violência grave gerada nas bancadas dos estádios FOTO: Francisco Paraiso

O alerta para a união entre as entidades policiais e judiciais e a intervenção dos magistrados, como factor essencial para o afastamento dos grupos de risco das bancadas dos campos de futebol, vão ocupar grande parte das intervenções dos convidados, entre os quais o ministro da Administração Interna Miguel Macedo, o superintendente-chefe Guedes da Silva, director nacional da PSP, o juiz Antero Luís, secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, o Procurador Geral da República Pinto Monteiro e a directora do DIAP de Lisboa, procuradora-geral adjunta Maria José Morgado.

O seminário, com entrada livre, vai dividir-se em três partes: "A táctica vencedora; cartão vermelho à violência; e o 12º jogador. Entre os convidados da conferência está Bryan Drew, director do Ponto Nacional de Informações de Futebol do Reino Unido – um país actualmente considerado exemplar no que toca ao comportamento dos adeptos.

CASO 'NO NAME' EM ANÁLISE

A 17 de Novembro de 2008, agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP, sob coordenação do DIAP de Lisboa, desencadearam uma mega operação que teve por alvo elementos da claque benfiquista ‘No Name Boys’, depois de vários incidentes graves e violentos protagonizados por aquela claque contra adeptos de outros clubes e elementos das forças de segurança. Da operação ‘Fair-Play’ resultaram 30 detenções (28 homens e duas mulheres) e a apreensão de três armas de fogo e outro armamento ilegal. A polícia apreendeu ainda 11,5 quilos de haxixe, suficientes para 57 mil doses individuais, 115 gramas de cocaína, material pirotécnico, 15 343 euros em dinheiro e seis viaturas. Um exemplo flagrante de violência associada ao desporto, que amanhã também será alvo de análise.

PSP CRIME JOGOS FUTEBOL NO NAME SEMINÁRIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)