Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Polícia escoltou carga de haxixe

Ajudar no transporte de redes de pesca do Algarve até Espanha. Foi esta a versão apresentada, aos juízes do Tribunal de Olhão, pelo agente da Polícia Marítima (PM), acusado de estar envolvido no transporte de 3,5 toneladas de haxixe .
10 de Julho de 2009 às 00:30
O carregamento de haxixe foi interceptado na zona de Albufeira e tinha como destino Espanha
O carregamento de haxixe foi interceptado na zona de Albufeira e tinha como destino Espanha FOTO: Sandra Sousa Santos

V.G., que na altura dos factos – 10 de Outubro de 2008 – estava ao serviço em Sines, é acusado de "vigiar e dar orientações a partir de outro veículo", para garantir o transporte da droga em segurança. Mais três arguidos são acusados, igualmente, de tráfico de estupefaciente agravado.

O agente tem 35 anos e é natural de Olhão. Disse ao tribunal que "pensava que a carrinha era para transportar redes de pesca". Assumiu que seguia num carro, um VW Passat de matrícula espanhola, à frente da Ford Transit que fazia o transporte da droga. Mas, alega que "foi acompanhar um amigo de Olhão", porque "estava de folga e não tinha nada para fazer".

As respostas não convenceram o colectivo de juízes: "Não achou estranho ir a Espanha buscar uma carrinha para vir ao Algarve carregar redes de pesca?", questionou o juiz Henrique Pavão.

"Desconfiei. Mas, não me passou pela cabeça que podia ser haxixe", respondeu aos juízes V.G..

A carga de droga tinha como destino Espanha. Os arguidos foram buscar a carrinha a Lepe e entregaram-na a outros indivíduos, cuja identidade não foi apurada, em Vale Paraíso, em Albufeira. Ao final do dia, a carrinha foi novamente entregue aos arguidos, já carregada.

Durante o transporte, a carga foi interceptada pela Polícia Judiciária (PJ), em Ferreiras. Dois arguidos ficaram presos. O agente da PM está proibido de exercer funções.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)