Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Polícia já sinalizou 28 seniores burlados

PSP realizou 630 ações a 19 635 pessoas com mais de 66 anos.
Cláudia Machado 22 de Outubro de 2019 às 07:46
PSP
PSP costas
PSP
PSP
PSP
PSP costas
PSP
PSP
PSP
PSP costas
PSP
PSP
O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis) detetou, desde o início do ano, 28 burlas cometidas contra pessoas com 66 ou mais anos. Foram ainda sinalizados pelos agentes 26 casos em que idosos se encontravam em situações de maior vulnerabilidade.

Para combater este cenário, o Cometlis concretizou 630 ações de sensibilização que chegaram a 19 635 pessoas nesse escalão etário - mais de quatro mil ouviram conselhos de prevenção de burlas e duas mil a furtos e roubos. Estas ações decorreram entre os dias 1 de janeiro e 30 de setembro.

O problema das burlas à população mais envelhecida é um dos maiores desafios das ações de policiamento de proximidade desenvolvidas pela PSP, sobretudo porque muitos idosos se tornaram um ‘alvo fácil’ devido à solidão.
Nesta faixa etária, e "no que diz respeito à área criminal, a questão mais premente hoje em dia é mesmo a das burlas", refere ao CM Jorge Maurício, que lidera o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

"Estes indivíduos são, por norma, bem-falantes, preparam-se e levam muitas vezes os idosos a entregarem-lhes dinheiro e a abrirem-lhes a porta, na boa-fé", alerta o responsável. "Não há grandes negócios por pouco dinheiro, devem desconfiar. Se tiverem dúvidas, contactem sempre alguém, um familiar ou mesmo a polícia", adianta Jorge Maurício.

Até ao final de setembro, foram ainda referenciados pelo Cometlis 424 idosos a outras entidades (na área da Saúde, Segurança Social, de apoio à vítima, entre outros).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)