Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Polícia Judiciária detém suspeito de provocar incêndio urbano em Vila Viçosa

Detido vai ser presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.
Lusa 3 de Setembro de 2021 às 19:19
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária FOTO: Alexandre Azevedo
Um homem, de 31 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de ter provocado um incêndio numa casa na mesma rua onde reside, em Vila Viçosa (Évora), revelou esta sexta-feira esta polícia de investigação criminal.

A PJ, na sua página na Internet, consultada pela agência Lusa, indicou que a Unidade Local de Investigação Criminal de Évora "identificou e deteve, fora de flagrante delito", o presumível autor de "um incêndio urbano na localidade de Vila Viçosa".

Segundo a Polícia Judiciária, no dia 18 de agosto, pelas 21:00, o suspeito "provocou um incêndio numa habitação de um seu conhecido, residente na mesma rua".

Se o fogo não tivesse sido "rapidamente detetado e combatido", poderia ter "atingido todo o imóvel e ainda outras habitações contíguas".

"O suspeito terá ateado o fogo por motivos fúteis e num quadro de retaliação contra o proprietário da habitação ardida", afirmou a PJ.

O suspeito vai ser presente a tribunal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.

Évora Polícia Judiciária crime lei e justiça
Ver comentários