Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

POLÍCIA MORRE EM CURSO

Um agente da PSP morreu ontem de manhã na Escola de Torres Novas, quando frequentava o segundo dia do curso para Polícia de Intervenção, informou fonte da Direcção Nacional da PSP.
5 de Fevereiro de 2003 às 02:10
Adriano Manuel de Sousa, de 23 anos, natural de Cinfães, estava na PSP desde Julho de 2001 e sentiu-se mal esta manhã, cerca das 08h30, quando fazia uma corrida no âmbito do curso de Ordem Pública.

Transportado para o Hospital de Torres Novas, o agente da PSP foi sujeito a reanimação durante cerca de 90 minutos, vindo, no entanto, a falecer às 10h00, indicou a fonte.

O jovem prestava serviço na 9.ª Esquadra do Comando Metropolitano do Porto e nos exames que fizera, quer de admissão à PSP quer de admissão ao curso para o Corpo de Intervenção, nunca fora detectado qualquer problema, disse a fonte.

A PSP afirma desconhecer que o agente andasse a tomar medicamentos para o coração, informação aventada ao CM por outra fonte policial, segundo a qual teriam sido encontrados fármacos no seu cacifo.
Segundo a Direcção Nacional da PSP, a família do jovem falecido tem direito a receber as despesas do funeral, um subsídio por morte e seis meses de ordenado actual, além da continuação da assistência dos serviços sociais da Polícia, caso já dela usufruísse.
Em 22 de Janeiro, uma militar da Guarda Fiscal da GNR foi encontrada morta no seu quarto nas instalações da Escola Prática de Queluz, Sintra.

Arminda de Jesus Assunção Almeida tinha 28 anos e dois dias antes tinham-lhe sido receitados antidepressivos devido a uma alegada anorexia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)