Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Polícia vigia vandalismo no Algarve

Ataques ocorreram nas madrugadas, entre terça e quinta-feira. Autoridades reforçam patrulhamento numa altura em que o número de turistas sobe.
8 de Junho de 2014 às 19:23
Cerca de 130 veículos ficaram com os vidros partidos no Sotavento algarvio na sequência de atos de vandalismo durante três dias seguidos
Cerca de 130 veículos ficaram com os vidros partidos no Sotavento algarvio na sequência de atos de vandalismo durante três dias seguidos FOTO: DR

A onda de vandalismo que ocorreu no início da semana, no Sotavento algarvio, na sequência da qual cerca de 130 automóveis ficaram com os vidros partidos, deixou as autoridades da região em alerta. Ao que o CM apurou, a situação obrigou a um reforço de policiamento, tendo em conta que mais turistas estão a chegar ao Algarve, aproveitando os feriados de junho. Os ataques foram feitos sempre de madrugada, sem testemunhas.

"Só reparei que tinha o vidro partido de manhã, quando ia a entrar no carro para ir trabalhar. Não ouvi nada durante a noite". A declaração é de João Matias, 52 anos, residente em Tavira, mas podia ser de qualquer uma das dezenas de pessoas que ficaram com os vidros dos veículos partidos entre terça e quinta-feira, desde a zona da Fuseta, concelho de Olhão, até Vila Real de Santo António.

Os ataques, que se acredita terem sido puramente motivados por vandalismo, ocorreram sempre durante a madrugada, altura em que os proprietários dos veículos estavam a dormir, tornando impossível a identificação dos autores. Em apenas três dias, atingiram cerca de 130 veículos, com prejuízos de milhares de euros.

"O meu seguro não vai cobrir isto. Não fiz mal a ninguém e agora vou ter de gastar mais de 200 euros no vidro do meu carro", conta ao CM Nélia Rodrigues, 43 anos, outra das vítimas do ato de vandalismo.

O CM sabe que esta situação está a preocupar tanto a PSP como a GNR - os atos de vandalismo ocorreram em localidades das duas jurisdições -, que estão a reforçar os patrulhamentos nas zonas afetadas desde sexta feira. Até porque, com os feriados de 10 (Dia de Portugal) e 13 de junho (feriado municipal de Lisboa), é esperado um aumento de turistas no Algarve já a partir deste fim de semana.

Algarve vandalismo Fuseta Vila Real carros turistas automóveis ataques
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)