Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Polícias abandonam sindicato

Os 40 associados da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) da esquadra de S. João da Madeira abandonaram em bloco a estrutura, que acusam de “inércia na resolução dos problemas que têm afectado os profissionais daquela força”.
19 de Maio de 2007 às 00:00
“Com o movimento sindical que temos, mais vale abdicar dele”, justifica o delegado sindical Custódio Leite, afirmando que esta atitude inédita dos polícias de S. João da Madeira “mostra o descontentamento dos 40 associados desta esquadra”.
A título de exemplo invocam o “não cumprimento dos contratos de trabalho e desrespeito pelos direitos adquiridos por parte do Governo, o qual a ASPP/PSP nem com uma providência cautelar combateu”.
Paulo Rodrigues, presidente da estrutura sindical, garantiu ao CM que foi “apanhado de surpresa” e avisa que “neste momento complicado” a desistência destes associados transforma-se “num favor ao Governo”. “É lamentável que não dêem contributo e depois critiquem.”
Ver comentários