Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Polícias agressores ficam em liberdade

Agressor mais novo foi detido fora de flagrante delito e o outro não pode contactar a vítima.
18 de Abril de 2014 às 09:23
PSP reformado foi detido com arma, mas saiu do tribunal com Termo de Identidade e Residência
PSP reformado foi detido com arma, mas saiu do tribunal com Termo de Identidade e Residência FOTO: Pedro Catarino

Os dois agentes da PSP, de 42 e 72 anos, acusados de aterrorizarem as companheiras na zona de Lisboa, não apenas com agressões físicas e verbais, mas também com ameaças de arma de fogo, estão em liberdade. O mais novo ainda não prestou declarações, mas o mais velho foi presente ontem ao Tribunal de Instrução Criminal. Ficou com Termo de Identidade e Residência e está proibido de contactar a vítima.

Já com um longo historial de crime – que inclui roubos, agressões e até tráfico de droga –, valeu a um agente de 42 anos ter sido intercetado pelos colegas fora de flagrante delito. Por esse facto, ficou em liberdade. Foi apenas conduzido até à esquadra, identificado. Aguarda notificação para comparecer em tribunal.

A vítima, que diz ser alvo de agressões há algum tempo, não resistiu quando, em mais uma discussão em casa, no Lumiar, viu o companheiro atirar ao chão o bebé de sete meses, filho do casal. Também alvo de agressões, a mulher, com cerca de 20 anos, dirigiu-se de imediato ao Hospital de Santa Maria. Nova situação de violência doméstica viveu-se também anteontem, em S. Domingos de Benfica, desta vez com um agente na reforma. Foi detido no momento em que ameaçava a mulher no interior de casa.

O detido empunhava uma arma de fogo e pretendia à força falar com a companheira. O agressor foi conduzido à esquadra e a arma apreendida. No dia seguinte foi a tribunal e ficou sujeito a Termo de Identidade e Residência. Está ainda proibido de contactar com a vítima.

O ex-agente ainda disse aos colegas que não tinha medo deles e que não iria sair do local enquanto não falasse com a mulher. A vítima, que já fez queixa, há muito que andava a ser perseguida pelo referido homem. n

Portugal PSP agressão liberdade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)