Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

POLÍCIAS AOS TIROS DISCUTEM PROBLEMAS

Mais de uma centena de agentes da autoridade deixaram ontem arrumadas as suas fardas e reuniram-se em Beja no II Torneio de Tiro aos Pratos.
25 de Maio de 2003 às 00:00
Organizada pela distrital de Beja da Associação Sócio-Profissional da Polícia (ASPP), a iniciativa foi a forma encontrada para reunir no mesmo local agentes de diversas forças de segurança confrontados com o mesmo tipo de preocupações.
Ao longo do dia, o barulho dos tiros tentou soar mais alto que as conversas de homens que na Polícia de Segurança Pública, na Guarda Nacional Republicana, na Guarda Florestal e na Guarda Prisional trabalham para manter a ordem pública.
Cada prova era constituída por duas séries de 25 pratos, estando em cada linha seis atiradores. No final, as contas eram feitas e a insatisfação de alguns pelos fracos resultados depressa era esquecida pelo convívio, afinal, o principal motivo da festa.
Mais difíceis de esquecer são os problemas na Polícia e que, na última semana, a direcção da ASPP tem vindo a divulgar em vários distritos do País.
Esta semana, ainda que tenham sido encetados contactos por parte do Ministério da Administração Interna (MAI) para uma reunião na qual participará o ministro Figueiredo Lopes, a ASPP continuará a sua orientação de contestação ao MAI, agora na zona Centro, falando de questões como a progressão nas carreiras ou uma frota automóvel ultrapassada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)