Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

POLÍCIAS DOMINAM CONCURSO DE BIGODES

Os polícias dominaram o concurso dos melhores bigodes, que se realizou no sábado à noite em Gouveia. O agente José Rijo, de 46 anos, residente em Famões, Loures, foi eleito “Rei dos Bigodes”; em segundo lugar ficou Bejamim Gonçalves, um sapador bombeiro, de 45 anos, de São Domingos de Rana; e em terceiro ficou Manuel Ceia, reformado da PSP.
27 de Outubro de 2003 às 00:00
O vencedor já é um repetente nestas andanças, pois no seu palmarés, conta com nove primeiros lugares e igual número de segundos lugares. José Rijo, a prestar serviço na Direcção Nacional da PSP, usa bigode há já 25 anos, desde que começou a exercer as funções de polícia e garante que o bigode é para usar “até morrer”.
Exibe um farfalhudo e comprido bigode, com 40 centímetros, que requer muitos cuidados. “Dá muito trabalho, todos os dias tem que ser lavado, penteado e secado”, referiu.
O polícia Rijo, que tem um grande orgulho no bigode, afiança que o seu apêndice capilar até tem ajudado muitos habitantes da capital a aliviar o stresse. “Hoje em dia temos a doença do stresse. O pessoal de Lisboa está na paragem do autocarro e quando eu passo fardado, as pessoas olham para mim, riem-se e esquecem os problemas do dia-a-dia. O meu bigode ajuda a aliviar o stresse”, referiu o agente, acrescentando: “O pior é no futebol. Ouve-se aquilo que não se quer, mas são 25 anos de polícia e nos grandes jogos já estou mentalizado”, disse.
O concurso juntou 180 participantes de várias zonas do País que, como já é tradição, no último sábado do mês de Outubro, rumam até à cidade de Gouveia para participar no jantar convívio onde o bigode é rei, apresentando apêndices capilares sob o lábio superior ao gosto de cada um, que tanto podem ser largos e estreitos como curtos e compridos.
A organização considera ser bigode “apenas o capilar no lábio superior e não o prolongamento para a face.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)