Sub-categorias

Notícia

Polícias transferidos após baixa

Denúncia do Sindicato dos Profissionais de Polícia.
Por Magali Pinto|12.03.18
O comando da PSP de Lisboa está a transferir os polícias que estão ausentes mais de 30 dias, sem os informar previamente ou os questionar. A maior parte são agentes que exercem funções administrativas e estão a ser passados para os carros-patrulha. A denúncia é do Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) que já pediu a revogação da ordem de serviço em causa (nº 197). O Comando de Lisboa da PSP garante que "foi solicitado parecer à Direção Nacional" sobre a revogação do despacho.

O ponto 5 da Ordem de Serviço nº 197 refere que os agentes da PSP que pertençam a um determinado Núcleo/Gabinete mas que se ausentem por um período igual ou superior a 30 dias "deixam de ser colocados, podendo ser deslocados por necessidade de serviço ou por razões de serviço". Quer isto dizer que, independentemente da razão da ausência que pode ser motivada por licença de maternidade/paternidade, baixa, assistência a familiar doente, quando regressam ao serviço os agentes têm de dirigir-se aos Recursos Humanos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!