Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Ponte de Lima como há 900 anos

As portas abriram ontem, ao final da tarde, com os malabaristas, os bobos, os saltimbancos e os cuspidores de fogo a darem as boas-vindas aos primeiros visitantes. Mas a Feira Medieval de Ponte de Lima decorre, na verdade, ao longo dos dias de hoje e amanhã.

23 de Maio de 2009 às 00:30
A vila de Ponte de Lima revive hoje e amanhã os tempos medievais
A vila de Ponte de Lima revive hoje e amanhã os tempos medievais FOTO: D.R.

No espaço ribeirinho, entre a ponte e a cadeia velha, local onde ainda hoje se realiza a feira semanal, dezenas de artesãos, várias tabernas e mais de 120 feirantes recriam o cenário de há nove séculos desta vila minhota.

O ponto alto deste sábado acontece pelas 16h00: o cortejo que recria a visita de D. Teresa e do seu filho, D. Afonso Henriques, realizada a 4 de Março de 1125, ou seja, ainda no tempo do Condado Portucalense.

A encenação é representada pelos alunos das escolas EB 2/3 António Feijó, Correlhã, Secundária e Profissional de Ponte de Lima e ainda pela associação cultural Unhas do Diabo.

O cortejo, composto por mais de 130 figurantes, parte do Largo de Alegria, atravessa a ponte medieval e pára no Largo de Camões, onde será representada a recepção do povo à rainha D. Teresa.

Mais à noite, tem lugar um torneio medieval, denominado ‘Justa a Cavalo’ e que recria as lutas que se realizavam na época, a cavalo ou a pé.

No acampamento, entre as diversas actividades destinadas sobretudo aos mais jovens, irá ser feito um pote gigante de queimada, com mais de 30 litros, bebida alcoólica tradicional que será servida depois a todos os visitantes.

A feira reabre amanhã de manhã, pelas 09h30, sendo a manhã dedicada inteiramente ao comércio. À tarde realiza-se o cortejo dos condenados, em que os malfeitores são exibidos ao povo, e o jogo da ‘Apanha do Porco’.

FORAL ENTREGUE HÁ 884 ANOS

O cortejo que hoje é recriado simboliza a entrega, por parte de D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, da Carta de Foral à vila de Ponte de Lima, que teve lugar no dia 4 de Março de 1125, ou seja, há já 884 anos.

ARTESANATO, PETISCOS E DOCES

Para além das tendas que apresentam os diversos produtos típicos – como o barro, couro, bronze e as bijutarias – as tavernas convidam a provar fantásticos petiscos, desde o polvo, carne, crepes, doces e licores.

'CM' OFERECE SANTOS E ORAÇÕES

CM está a oferecer aos leitores uma colecção de grande valor e significado: ‘Os Santos da Nossa Vida’. Todos os dias, na compra do jornal, leve para casa a estatueta de um santo, banhada a prata e acompanhada de uma oração alusiva. Hoje entregamos São Cristóvão. Amanhã será a vez de Santa Ana. A colecção ‘Os Santos da Nossa Vida’ termina a 1 de Junho.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)