Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

POPULAÇÃO DE AIRO EM RISCO DE ACABAR

A população de airo, ave marinha semelhante ao pinguim do hemisfério Norte, está a sofrer as consequências da maré negra provocada pelo petroleiro ‘Prestige’, correndo perigo de extinção, disse um responsável do Núcleo Regional do Ribatejo e Alta Estremadura da Quercus.
5 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Num alerta a propósito da libertação de um airo após reabilitação, Domingos Patacho, da Quercus, revela que a ave nidifica na Galiza, durante a época estival, mas “julga-se ter sido extinta a população devido à catástrofe do ‘Prestige’”.

Segundo aquele ambientalista, “a população ibérica do airo encontra-se em regressão acentuada”, sendo a Reserva Natural da Berlenga o “último reduto onde ainda existe”.

A população da Berlenga em 1939 foi estimada em seis mil casais, em 1984 apenas foram recenseados 70 casais e em 2001 já só foram observados 20 indivíduos, o que leva a crer na sua “previsível extinção nos próximos anos”.

Com um comprimento médio de 45 centímetros, o airo apresenta o peito branco e o dorso negro e é considerado, pela sua semelhança, o pinguim do hemisfério Norte. Na Europa nidifica nas falésias costeiras, sendo relativamente frequente no Mar do Norte. Hoje em dia, o limite sul de distribuição, como nidificante, é a Reserva Natural da Berlenga.

No início do ano, um airo deu à costa na praia de S. Pedro de Moel, em condições de grande debilidade, não conseguindo voar. Foi recolhido e entregue à Quercus, que procedeu à sua recuperação.

A ave “passou seguramente ao largo da Galiza, não aparece com vestígios de fuelóleo na plumagem, mas ingeriu algum peixe contaminado, detectado nas fezes”, explicou Domingos Patacho. Foi anilhada na praia do Baleal e posta em liberdade na praia de Porto de Areia, Peniche.

O seu rumo é incerto: "Pode ter o azar de cair numa rede de pesca ou encontrar outra mancha de fuel da lavagem de petroleiros. Se tudo correr bem, volta à sua origem, no Norte da Europa, dentro de um mês ".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)