Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

População exige via mais segura

Há muito que este troço da estrada merece uma rotunda e até uma passagem superior para peões”. A opinião de Carla Carvalho, vizinha da Estrada Nacional 205, que liga Barcelos a Famalicão, ganha ainda mais força depois de se ter registado, no troço que passa na freguesia da Várzea, mais um atropelamento mortal.
14 de Março de 2008 às 00:30
Anteontem à tarde, um homem com cerca de 70 anos, que caminhava na berma, foi colhido por um carro e acabou por falecer no hospital.
A população não tem dúvidas ao afirmar que aquela zona é perigosa para os peões. “A estrada nem tem passeio e, desde que marcaram a via, que a faixa para os carros no sentido para Barcelos ficou bem mais perigosas para todos”, vaticinou Carla Carvalho que garante já ter sido “empurrada” por um carro quando fazia precisamente o mesmo trajecto que a última vítima mortal.
Ao CM, os moradores nas imediações sublinham a urgência no que diz respeito a resolver o caso que poderia passar pela transformação do cruzamento em rotunda. “Serviria para disciplinar o trânsito e obrigaria os condutores a diminuir a velocidade. Só assim resultaria porque durante a noite ouvem-se carros a passar a 200 km/hora, sem qualquer dúvida”, contou um dos habitantes revoltado com a situação.
“É inacreditável, até porque só há uma passadeira e perto do cruzamento. Logo, poucas alternativas há para os peões. Nem isso foi tido em conta nas últimas obras que aqui realizaram”, rematou. O CM tentou obter esclarecimentos junto das Estradas de Portugal, mas tal revelou-se impossível.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)