Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Pornografia pode dar cadeia a Jales

O juiz do Tribunal de Santa Maria da Feira quer ver Henrique Jales condenado não só pelo facto de ter abusado de uma menor, de 13 anos, como pelo crime de pornografia de menores - o que poderá determinar uma pena de prisão efectiva. Juntas ao processo estão milhares de imagens onde se vê não só a criança abusada em Abril do ano passado – crime pelo qual está a ser julgado – como outras menores. Ontem, o juiz comunicou a alteração de factos à defesa, que tem um prazo para contestar.
7 de Junho de 2012 às 01:00
Grande quantidade de fotos de outras menores trama Henrique Jales, funcionário da TVI
Grande quantidade de fotos de outras menores trama Henrique Jales, funcionário da TVI FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Foi precisamente a enorme quantidade de fotos de outras menores que levou o Ministério Público a extrair uma certidão para o tribunal de Oeiras, que investiga as suspeitas de outras crianças terem sido vítimas do predador, de 43 anos, funcionário da TVI.

Entretanto, o abusador sexual chegou a acordo com a advogada da mãe da criança, de 13 anos, que estipulou um valor indemnizatório pelos danos sofridos. Segundo fonte do tribunal, o valor ronda os 20 mil euros.

A defesa de Henrique Jales decidiu avançar com o acordo, uma vez que a mãe da menor estava a ponderar, após o processo-crime, avançar para o Tribunal Cível. Tal evita que o predador sexual tenha de se sentar novamente no banco dos réus e pode vir a ser uma atenuante na pena a aplicar.

Devido às alterações de factos, a leitura da sentença que estava marcada para ontem acabou por ser adiada. A próxima sessão está agendada para o dia 27, mas não é certo que nessa data seja já lido o acórdão.

HENRIQUE JALES PORNOGRAFIA PRISÃO PENA VÍTIMA INDEMNIZAÇÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)