Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Português condenado a prisão perpétua por matar ex-companheira no Luxemburgo

Corpo da jovem foi encontrado carbonizado dentro de um carro.
Lusa e Correio da Manhã 12 de Janeiro de 2021 às 09:08
Fotografia publicada em outubro mostra felicidade de Ana e Marco
Ana Lopes, de 25 anos, era residente no Luxemburgo
Fotografia publicada em outubro mostra felicidade de Ana e Marco
Ana Lopes, de 25 anos, era residente no Luxemburgo
Fotografia publicada em outubro mostra felicidade de Ana e Marco
Ana Lopes, de 25 anos, era residente no Luxemburgo

O português Marco Silva foi esta terça-feira condenado no Luxemburgo a prisão perpétua pela morte da antiga companheira, podendo apresentar recurso nos próximos 40 dias, disse à Lusa o porta-voz do Ministério Público luxemburguês.

"O senhor Marco Branco da Silva foi condenado a prisão perpétua por este crime, que apresentou contornos de premeditação", disse o porta-voz do Ministério Público do Luxemburgo à Lusa.

"Os juízes levaram em conta o homicídio e os contornos de premeditação do crime, tendo chegado à sentença de prisão perpétua", acrescentou Henri Eippers.

Recorde-se que Ana Lopes, natural de Seia, em Viseu, tinha 25 anos e o seu corpo foi encontrado pelas autoridades dentro do carro ao lado da fronteira francesa do Luxemburgo, em Roussy-le-Village. O carro foi encontrado completamente devorado pelas chamas e um corpo carbonizado.




Luxemburgo Ana Lopes Marco Silva crime lei e justiça punição / sentença
Ver comentários