Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Português detido em Espanha por mandar sequestrar e roubar vendedores de cães. Negócio rendeu mais de 42 mil euros

Arguido foi extraditado para Portugal para cumprir 7 anos e 6 meses de prisão por crimes praticados em 2013.
2 de Dezembro de 2021 às 08:37
PJ
PJ FOTO: David Cabral Santos
Um homem de 52 anos foi localizado e detido em Espanha na sequência de um mandado de detenção europeu, emitido pelas autoridades portuguesas, e extraditado para Portugal pela prática dos crimes de roubo agravado e sequestro.

O arguido foi condenado a 7 anos e 6 meses de prisão por ter sido o instigador do roubo e sequestro de duas vítimas, de nacionalidade estrangeira, que se deslocaram a território português para entregar uma encomenda de cães de raça, vendidos por mais de 42 mil euros. Os crimes aconteceram em 2013 na região de Montemor-o-Novo.

No local onde deveria ser efetuada a entrega, as vítimas foram abordadas por cinco homens que ameaçaram as vítimas com uma arma de fogo e roubaram os cães, bem como do veículo onde os mesmos se encontravam.

A PJ conseguiu identificar o indivíduo agora detido e alvo de extradição, bem como três dos cinco autores materiais, tendo todos sido condenados a penas de prisão efetiva.

Foi ainda possível recuperar alguns dos cães roubados na sequência da prática dos crimes, os quais estavam em cativeiro, em instalações de um dos condenados.

A extradição ocorreu recentemente, mediante entrega do detido pelas autoridades espanholas, tendo os serviços da Polícia Judiciária procedido ao seu transporte para território nacional.

Espanha crime lei e justiça crime lei e justiça
Ver comentários
C-Studio