Português executado na Nigéria

Resgate pago não evitou a morte de José Machado.
Por João Carlos Rodrigues e Aureliana Gomes|30.11.17
Um mês depois de ter sido raptado na Nigéria – e apesar de ter sido feito o pagamento de um resgate de vários milhares de euros –, José Machado foi encontrado morto esta quarta-feira de manhã. Nenhum dos elementos do grupo foi capturado. A empresa AG Dangote e o Governo português garantem que tudo tentaram para salvar o emigrante e que vão agora assumir a repatriação do corpo.

Português executado na Nigéria
José Machado, de 51 anos, era o encarregado geral da construção de uma estrada no centro da Nigéria. A 23 de outubro, um grupo de homens armados atacou os trabalhadores no local. Dois polícias que protegiam os funcionários da AG Dangote foram abatidos e o português levado para parte incerta.

Nos dias seguintes chegava o pedido de resgate, negociado com a empresa e a polícia local.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!