Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Português vai cumprir prisão perpétua pelo homicídio da ex-companheira

Justiça do Luxemburgo tomou a decisão após a apreciação do último recurso do homicida.
Sérgio A. Vitorino 11 de Janeiro de 2022 às 19:00
Marco da Silva e Ana Lopes em fotografia colocada nas redes sociais
Marco da Silva e Ana Lopes em fotografia colocada nas redes sociais FOTO: DR

O português que, em janeiro de 2017, raptou e assassinou a ex-companheira, também portuguesa, no Luxemburgo, vai mesmo cumprir prisão perpétua, decidiu esta terça-feira, a justiça daquele país na apreciação do último recurso do homicida, revela o jornal digital Contacto.

Marco Silva, que se declarou inocente ao longo de todo o processo, foi condenado pela primeira em janeiro de 2021 pelo homicídio de Ana Lopes.

O homem, de 33 anos, raptou a ex-companheira e mãe do filho de ambos. Ana Lopes, que tinha 25 anos, foi dada como desaparecida a 15 de janeiro, em Bonnevoie, Luxemburgo. Dois dias depois, o seu carro foi encontrado, com um corpo no interior, em território francês, em Roussy-le-Village. Viatura e cadáver estavam carbonizados. A autópsia confirmaria que era o corpo de Ana Lopes. Marco foi detido seis meses após o homicídio. 

Luxemburgo Ana Lopes crime lei e justiça
Ver comentários
}