Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Postos de saúde abertos nas praias

Trinta postos de saúde de praia começaram ontem a funcionar nas praias algarvias, abrangendo todos os concelhos do litoral.
2 de Julho de 2007 às 00:00
A praia do Vau, em Portimão, é uma das três dezenas de zonas balneares onde pode ser prestada assistência médica aos banhistas
A praia do Vau, em Portimão, é uma das três dezenas de zonas balneares onde pode ser prestada assistência médica aos banhistas FOTO: José Carlos Campos
Os banhistas não precisam de sair do areal para serem assistidos a picadas de peixe aranha, traumatismos resultantes de quedas, escoriações, indisposições digestivas, insolações e desidratações. Podem ainda fazer o controlo de tensão arterial e de glicemia.
“Assistimos sempre muitos banhistas, sobretudo pessoas já de idade”, refere Cristina Sousa, enfermeira que presta serviço na praia do Vau, em Portimão. O primeiro caso registado ontem foi o de um veraneante “com escoriações devido a uma queda”.
De acordo com a Administração Regional de Saúde, o ano passado, os postos, que funcionam entre Julho e Setembro, registaram um total de 24.510 ocorrências, o que se traduz numa média diária de mais 300 pessoas atendidas.
O número de atendimentos deverá aumentar este ano, dado que foram abertos dois novos postos – em Ferragudo e Vilamoura. Só os casos mais graves são encaminhados para unidades de saúde.
Este tipo de serviço, facultado por enfermeiros, permite dar uma resposta mais rápida e cómoda aos veraneantes e, ao mesmo tempo, descongestiona os centros de saúde e os hospitais. Os apoios estão abertos todos os dias da semana, entre 10h00 e as 20h00. A maior parte fecharão as portas no último dia do mês de Agosto, enquanto 13 (situados nas principais praias da região) permanecerão a funcionar até 15 de Setembro.
Os postos resultam de uma parceria entre a Administração Regional de Saúde do Algarve (que suporta os custos) e a Cruz Vermelha (responsável pelo apoio logístico, recrutamento de enfermeiros e gestão). Segundo a ARS, “as próprias autarquias, percebendo a importância deste tipo de intervenção nas praias, têm vindo a solicitar de ano para ano a abertura de novos apoios”.
'CONSULTA DO TURISTA'
Ainda no âmbito do Plano de Verão 2007, a ARS decidiu implementar a chamada ‘Consulta do Turista’ (destinada a utentes que não estejam inscritos na região), que funciona diariamente em Quarteira (concelho de Loulé), Vila Real de Santo António, Albufeira e Portimão, no período entre as 16h00 e as 18h00 e entre as 22h00 e as 24h00. Em Lagos, o horário é entre as 14h00 e as 22h00 – e apenas nos dias úteis.
Este sistema foi experimentado pela primeira vez o ano passado, com resultados considerados pela ARS como “muito positivos, tanto da parte dos utentes como dos próprios profissionais de saúde”. O objectivo é “descongestionar os Serviços de Atendimento Permanente e Serviços de Atendimento Complementar, bem como as urgências dos hospitais. Na época balnear do ano passado foram realizadas 5 383 consultas através do referido programa de atendimento dirigido especificamente aos turistas.
OPINIÕES
"CONTROLO A TENSÃO ARTERIAL" (Gertrudes Vitorino, Banhista)
“Costumo aproveitar o facto de existir o posto de saúde para controlar a minha tensão arterial, dado que tenho problemas de coração e já cheguei mesmo a ser operada. O atendimento é muito bom”.
"SERVIÇO MUITO IMPORTANTE" (Fernando Duarte, Concessionário)
“Acho que é um serviço muito importante e que valoriza as zonas balneares do Algarve. Os banhistas sentem-se mais seguros, dado que sabem que existe quem lhe pode ajudar caso tenham qualquer problema de saúde na praia”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)