Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Póvoa de Varzim: Preventiva para assaltante baleado

O juiz do Tribunal de Instrução Criminal da Póvoa de Varzim decretou esta sexta-feira a prisão preventiva do alegado assaltante que foi baleado por um agente da PSP, confirmou à Lusa fonte policial. O homem seguiu para o Estabelecimento Prisional de Custóias, em Matosinhos, onde vai ficar até ao julgamento.
18 de Fevereiro de 2011 às 15:56
PJ concluiu que agente da PSP disparou em legítima defesa
PJ concluiu que agente da PSP disparou em legítima defesa FOTO: Nuno Fernandes Veiga

O suspeito, de 42 anos, natural de Famalicão, tem antecedentes criminais e já estava referenciado por vários assaltos, o que veio a consubstanciar a medida hoje aplicada.

Na terça-feira, cerca das 18h00, este homem, armado e encapuzado, assaltou um stand de automóveis, situado em Argivai, na Póvoa de Varzim, de onde saiu com 30 euros.

Depois, dirigiu-se a pé até ao parque de estacionamento do supermercado Pingo Doce e apropriou-se de um Opel Astra, com ameaças à condutora. Alertado para a situação, o agente da Divisão de Investigação Criminal (DIC) interceptou o alegado assaltante, que saiu da viatura e disparou contra o polícia, que ripostou e o atingiu num maxilar.  

Encaminhado para o Hospital de S. Marcos, em Braga, ficou internado três dias para extracção da bala, tendo sido hoje de manhã ouvido no Tribunal da Póvoa de Varzim.

A Polícia Judiciária já fez a reconstituição dos factos e concluiu que  o agente agiu em legítima defesa.

póvoa de varzim assalto stand carjacking polícia hospital
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)