Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Predador sexual leva vítimas para a mata

Marca as presas e ameaça-as de faca em punho, levando--as à força para uma mata em Sintra. Depois viola-as. O predador sexual vive numa tenda em Rio de Mouro com a namorada, trabalha discretamente como caixa num hipermercado e, aos 26 anos, já fez pelo menos duas vítimas – raparigas, uma das quais com apenas 12 anos. Atacou pela última vez no último dia 20, mas já foi preso pela PJ.
27 de Novembro de 2008 às 00:30
Predador sexual leva vítimas para a mata
Predador sexual leva vítimas para a mata FOTO: Ricardo Cabral

"É o típico predador sexual", sublinha ao CM fonte próxima da investigação, recordando que o violador "visualizava primeiro a presa, abordava-a, levava-a para um local ermo [uma mata] e, com a ameaça de uma faca, submetia-a à prática de actos sexuais" – a última das quais no passado dia 20.

A vítima, uma jovem de 19 anos, ajudou a PJ de Lisboa na captura do suspeito. "Ela mostrou um enorme sangue-frio. Ou seja, apesar de situação, conseguiu reunir um conjunto de elementos que posteriormente transmitiu aos investigadores, os quais conseguiram capturar o suspeito em poucos dias."

O predador sexual, que circulava pelo concelho de Sintra e, sobretudo, pela freguesia de Rio de Mouro, onde morava numa tenda com a namorada, é ainda suspeito de ter abusado, no último feriado de 25 de Abril, de uma rapariga com 12 anos.

"Abordou-a, disse-lhe ter com ele umas coisas para lhe mostrar", contou ao CM a mesma fonte da Judiciária, frisando que os dois crimes foram cometidos em Sintra. Mas, já em 2001, o mesmo homem esteve indiciado por violação. E a PJ acredita que poderá ser autor de outros crimes de abuso sexual.

PORMENORES

INVESTIGAÇÃO

A possibilidade de o predador sexual de 26 anos ter feito mais vítimas, além das três referenciadas, está agora a ser investigada pela Judiciária de Lisboa

MAIS VÍTIMAS

A PJ acredita que o violador atacou mais vezes, em casos não resolvidos, e vai chamar agora outras vítimas para que façam um reconhecimento deste suspeito.

PRESENTE A JUIZ

O predador sexual, indiciado por crimes de sequestro, ameaça e violação, vai ser hoje presente ao Tribunal de Sintra para aplicação de medidas de coacção.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)