Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Prédio histórico em risco de cair

A possível derrocada de um prédio histórico na rua dos Caldeireiros, no centro do Porto, assustou ontem os moradores. Parte da fachada caiu, atingindo um automóvel, e tiveram de ser retirados do local uma mulher, de 62 anos, e o filho. O edifício já estava sinalizado como sendo de risco e ia ser demolido na próxima semana.

23 de Março de 2011 às 00:30
Parte da fachada de prédio centenário caiu, na rua onde um chefe dos Sapadores morreu, em Novembro
Parte da fachada de prédio centenário caiu, na rua onde um chefe dos Sapadores morreu, em Novembro FOTO: Joana Neves Correia

Eram cerca das 12h00 quando caiu parte do reboco da fachada do prédio centenário para a rua, chegando a atingir um automóvel que ali estava estacionado.

Os únicos dois moradores encontravam-se em casa, no 3º andar, quando tudo aconteceu. O prédio foi evacuado e e os moradores realojados. Durante a tarde foram retirados os bens da casa. Visivelmente abalados, recusaram falar aos jornalistas.

Os Sapadores do Porto foram ao local e alertaram a Divisão de Segurança e Salubridade da Câmara que isolaram o edifício e procederam à retirada de todo o reboco da fachada. Ao início da noite, estavam a estudar a hipótese de demolição. "Não há perigo de os outros prédios caírem. Vão tirar, para já, o reboco e as caixilharias. A demolição vai ser feita manualmente", contou ao CM fonte da Protecção Civil. Em Novembro, um chefe dos Sapadores morreu numa derrocada de um prédio, naquela rua, onde combatia um incêndio.

DERROCADA EDIFÍCIO PORTO
Ver comentários