Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

“Presidente do conselho superior não é isento”

António Marinho e Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados
18 de Maio de 2009 às 00:30
“Presidente do conselho superior não é isento”
“Presidente do conselho superior não é isento”

Correio da Manhã – Diz que há uma guerrilha contra a si. Quem é que está a atacá-lo?

António Marinho e Pinto – Desde o dia 27 de Novembro de 2007, quando fui eleito, que não há um único dia sem um ataque à minha pessoa. Basta ler os jornais, um em especial, que é o porta-voz das pessoas que nunca aceitaram os resultados. São ex-bastonários, o conselho superior e presidentes dos conselhos distritais.

– Porquê?

– Sempre lutei pela democracia, ao contrário de alguns que colaboraram com a força repressora da ditadura. O presidente do Conselho Superior (José António Barreiros) não está a ser isento. Nas últimas assembleias gerais foi insultar-me, chamando-me salazarista. Assim se vê a imparcialidade e isenção do Conselho. Em 25 anos de advocacia nunca fui alvo de um processo disciplinar. Desde que fui eleito, já levo quatro. Está a ser usado o poder disciplinar para se fazer oposição ao bastonário.

– O último episódio polémico foi a revisão estatutária.

– Os resultados são para respeitar também quando perdemos e não só quando ganhamos. Fui a votos com um programa. Ganhei as eleições de uma forma democrática e agora querem que vá discutir o quê? Querem paralisar a Ordem.

Ver comentários