Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Presidente vai de táxi

A Câmara de Lisboa celebrou ontem um acordo com duas associações de empresários de táxis para o transporte de funcionários da autarquia. Após a assinatura do protocolo, o presidente da câmara, António Costa, referiu que será um dos utilizadores dos táxis, lembrando que tem uma praça mesmo junto a sua casa.
12 de Março de 2011 às 00:30
Protocolo assinado por António Costa (à esq.) e Florêncio Almeida
Protocolo assinado por António Costa (à esq.) e Florêncio Almeida FOTO: Luis Ponte/C.M. Lisboa

O ‘Táxi-voucher' é a solução encontrada pela autarquia para concretizar uma política de redução da frota automóvel. Em 2007, segundo António Costa, "a autarquia tinha 586 viaturas, hoje tem 270". Até final do ano, serão 153, pois 117 sairão de circulação brevemente, 61 das quais nas próximas semanas.

A medida visa a protecção do ambiente e representa, de acordo com António Costa, uma poupança de recursos para a autarquia "não só na aquisição ou aluguer de viaturas, mas também em pessoal, manutenção e combustíveis".

Segundo a vereadora com o pelouro da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, a medida deverá entrar em vigor em Abril. O objectivo, adianta, é retirar de circulação os veículos que façam menos de mil quilómetros por mês, por ser mais vantajoso usar transportes públicos.

Carlos Ramos, da Federação Portuguesa do Táxi, e Florêncio Almeida, da Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros, referiram que a medida é positiva para o sector que conta com 3400 táxis em Lisboa.

LISBOA CÂMARA ANTÓNIO COSTA FROTA TÁXIS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)