Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Presidentes desafinam

Os presidentes da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio (SFL) e da Academia de Música de Lagos (AML) desentenderam-se na praça pública, numa troca de cartas abertas pouco edificante para a harmonia cultural da cidade.

27 de Outubro de 2008 às 00:30
Discussão por causa de dinheiro
Discussão por causa de dinheiro FOTO: d.r.

No dia 22,o presidente da SFL, José Rodrigues, divulgou uma carta aberta em resposta a uma entrevista de Viegas Gonçalves, presidente da AML. O líder da Filarmónica diz ter aceitado um protocolo tripartido com a Academia e a Câmara e que só depois de assinar com o primeiro soube que não havia acordo prévio com a Câmara e que teria de solicitar verbas à autarquia. Nega que a Academia beneficie a Filarmónica em descontos para alunos e na contratação de um professor de percussão.

Viegas Gonçalves respondeu ontem também em carta aberta. O presidente da Academia apresenta contas, garantindo que os alunos da Filarmónica beneficiam de 50% de desconto e que o professor foi cedido a 63% do seu custo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)