Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Preso em cativeiro com coleira por namorado gay

Vítima relata três meses de terror em que foi violada em Vila Nova de Gaia.
Liliana Rodrigues e Fátima Vilaça 19 de Dezembro de 2017 às 01:30
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
Um homem de 48 anos apresentou queixa na GNR de Vila Verde por ter sido violado, sequestrado e espancado pelo companheiro durante três meses. Os crimes aconteceram na casa que o casal gay partilhava há 20 anos, numa freguesia de Vila Nova de Gaia.

Segundo o queixoso, os desentendimentos começaram em agosto passado e foi impedido de sair de casa pelo companheiro que o manteve em cativeiro. Passou a viver sequestrado em casa, com as portas sempre trancadas e quando o agressor saía da habitação, a vítima era fechada na cave da habitação: com uma coleira de ferro ao pescoço, preso a uma corrente fixada no chão, passava horas às escuras.

Aterrorizado, foi violado repetidamente e espancado pelo companheiro homossexual. Conseguiu fugir há alguns dias e refugiou-se em casa de amigos no concelho de Vila Verde. Decidiu apresentar queixa e identificou o agressor que reside em Gaia.

Ontem foi alvo de vários exames no Gabinete Médico Legal de Braga e foi ouvido por um procurador do Tribunal de Braga.

A investigação da denúncia deve ser entregue à Polícia Judiciária do Porto.
Ver comentários