Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Preso foge após cortar pulseira

Um foi capturado no aeroporto quando se preparava para fugir para o Brasil, outro está em fuga e o terceiro seguiu o mesmo caminho, após cortar a pulseira eletrónica.
23 de Abril de 2013 às 01:00

Os três homens, dois brasileiros e um português, foram detidos pela GNR por envolvimento em vários assaltos, incluindo um sequestro a um advogado e a uma professora. Colocados em prisão domiciliária, fugiram. O último desapareceu quarta-feira passada.

O grupo, ao que o CM apurou, estava a ser investigado pela Polícia Judiciária por assaltos à mão armada. Foram apreendidas três caçadeiras usadas nos crimes. Dois suspeitos tinham sido detidos, no final de janeiro, após um assalto à casa de um vendedor de ouro, em São Bartolomeu de Messines. Foram enviados para casa pelo tribunal. Uma semana depois fugiram, sendo que um foi capturado no aeroporto de Lisboa. O terceiro foi detido pela GNR de Albufeira e colocado na cadeia. Dias depois foi para casa com pulseira eletrónica.

A Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) confirmou ao CM que o suspeito "violou, no dia 17 de abril, os termos da medida de coação a que estava sujeito, saindo da habitação ilegitimamente". Fonte da DGRSP garantiu que as pulseiras eletrónicas "funcionaram adequadamente" e que as autoridades policiais e judiciais foram rapidamente alertadas. Apesar das três fugas, segundo a mesma fonte, a taxa de sucesso desta medida preventiva "foi de 96,6% em 2012 e de 95,2% no primeiro trimestre de 2013". n

PRESO DETIDO PJ JUSTIÇA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)