Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Preso oito anos após assaltar ourivesaria em Cascais

Ficam ainda dois comparsas por identificar. Grupo fugiu com objetos preciosos no valor de 10 mil euros.
Miguel Curado 29 de Novembro de 2019 às 08:32
Polícia Judiciária de Lisboa
Sede da Polícia Judiciária, em Lisboa
Polícia Judiciária de Lisboa
Sede da Polícia Judiciária, em Lisboa
Polícia Judiciária de Lisboa
Sede da Polícia Judiciária, em Lisboa
Um homem de 26 anos foi preso pela PJ de Lisboa, por ter participado, com 2 comparsas ainda por identificar, num assalto a uma ourivesaria de Cascais em novembro de 2011.

O crime ficou, de resto, marcado pela enorme destruição. Além de terem feito disparos de caçadeira (sem causar feridos), os ladrões causaram extensos danos avaliados em 5 mil euros.

O grupo fugiu com objetos preciosos no valor de 10 mil euros. Os assaltantes separaram-se após o roubo, e como não constavam na base de dados da PJ, conseguiram andar a monte cerca de 8 anos.

Só há semanas é que a PJ localizou o agora detido, que entretanto casou, teve filhos, e não regressou mais aos crimes. Preso na terça-feira, aguarda acusação com apresentações às autoridades.
Cascais Lisboa PJ crime lei e justiça crime assalto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)