Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Preventiva para suspeito de homicídio de ourives

Recolheu ontem a prisão preventiva o angolano ilegal suspeito da co-autoria do homicídio a tiro do ourives Lúcio Costa, detido quinta-feira numa operação da Polícia Judiciária na Quinta do Mocho, Loures, coordenada pela Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP de Lisboa.
21 de Janeiro de 2012 às 01:00
A operação da PJ decorreu na Quinta do Mocho, em Loures
A operação da PJ decorreu na Quinta do Mocho, em Loures FOTO: Diogo Pinto

O arguido foi filmado ao princípio da noite de 16 de Dezembro, juntamente com dois comparsas, no interior da ourivesaria de Lúcio Costa, no Bairro das Galinheiras. Apesar de não ter sido o autor do disparo que vitimou o ourives, o detido foi apanhado com um martelo na mão, tendo arrasado grande parte das montras do estabelecimento.

A Polícia Judiciária já identificou os outros dois autores do crime.

OURIVES HOMICÍDIO LOURES DETENÇÃO
Ver comentários