Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Processo de falsificação de deputada arquivado após pagamento de 1000 euros

Socialista elaborou e assinou um documento falso "com a intenção de prevenir consequências desfavoráveis” a si própria, dizia a acusação.
14 de Setembro de 2020 às 09:55
Hortense Martins, deputada
Hortense Martins, deputada FOTO: Direitos Reservados
O processo de falsificação de documentos em que são arguidos a deputada socialista Hortense Martins e o seu pai recebeu o aval de arquivamento na condição de ambos pagarem mil euros ao Estado.

A proposta partiu do Departamento de Investigação e Acção Penal de Coimbra e foi aceite pelo juiz de instrução, avança o jornal Público.
Hortense Martins Estado questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)