Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Procurador critica modo de funcionamento da PSP

Nas alegações finais do julgamento do agente da PSP acusado de agredir um sexagenário à porta do hospital, por ter deixado o carro mal estacionado, o procurador do MP criticou as hierarquias da PSP por não actuar de forma “dinâmica e activa” para apurar o que acontece dentro de algumas esquadras.
7 de Novembro de 2009 às 00:30
O agente da PSP, Telmo Lopes
O agente da PSP, Telmo Lopes FOTO: Sónia Caldas

“O graduado de serviço devia registar os procedimentos de todas as detenções para evitar excessos”, disse o procurador, ontem, no Tribunal do Bolhão. O magistrado defendeu a condenação de Telmo Lopes pelos crimes de ofensas à integridade física agravada e ofensas. Já a advogada de defesa considerou que a actuação do polícia foi irrepreensível e que o testemunho do queixoso não foi sustentado.

A vítima pede uma indemnização de 15 mil euros. A sentença será lida no próximo dia 26.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)