Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Procuram pistas de ataque fatal

Inspetores da PJ tentam encontrar testemunhas do crime.
Liliana Rodrigues e Manuel Jorge Bento 2 de Novembro de 2015 às 21:02
Nicolinos prestaram ontem homenagem ao companheiro, no local onde ‘Chinês’ foi assassinado
Nicolinos prestaram ontem homenagem ao companheiro, no local onde ‘Chinês’ foi assassinado FOTO: DR
Os agressores que tiraram a vida a Rui Miguel Castro, de 39 anos, na madrugada de sábado, por este pedir silêncio no Largo da Misericórdia, em Guimarães, estão a ser procurados pela Polícia Judiciária de Braga, que tenta encontrar testemunhas para perceber como ocorreu o ataque fatal.

A autópsia deve ser realizada esta segunda-feira e é determinante para apurar qual foi o objeto utilizado – terá sido um pau ou um ferro a atingir Rui Miguel Castro na cabeça. ‘Chinês’, como é conhecido na cidade berço, foi deixado a esvair-se em sangue, à porta da casa onde morava com irmãos.

Já este domingo os Velhos Nicolinos prestaram homenagem à vítima. No local do crime, deixaram um ramo de flores brancas e muitas lágrimas. As tradicionais festas de S. Nicolau serão realizadas de 29 de novembro a 6 de dezembro, mas em luto. "Que a tradição se mantenha, mas, este ano, o famoso lenço de colarinho seja negro como o momento que levamos na alma em homenagem a um irmão, amigo, companheiro", referiam, ontem, os Nicolinos, nas redes sociais.

ataque fatal crime PJ investigação Largo da Misericórdia Guimarães Velhos Nicolinos homenagem
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)