Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Professor condenado a 18 anos por abusos em Beja

Colocava meninas de 7 e 8 anos ao colo na sala de aula e tocava-lhes nos órgãos genitais.
António Lúcio 27 de Setembro de 2018 às 08:53
Professor condenado a 18 anos por abusos em Beja
Tribunal de Beja
Tribunal de Beja
Professor condenado a 18 anos por abusos em Beja
Tribunal de Beja
Tribunal de Beja
Professor condenado a 18 anos por abusos em Beja
Tribunal de Beja
Tribunal de Beja
O Tribunal de Beja aplicou esta quarta-feira uma pena de 18 anos de prisão ao professor de uma escola primária daquele concelho por abuso sexual de menores, maus-tratos e posse de fotografias pornográficas de menores. Dos 534 crimes de que José Jerónimo, de 48 anos, estava acusado, foi considerado culpado de 14.

A pena global ultrapassava os 44 anos de prisão, sendo que o coletivo de juízes decidiu aplicar o cúmulo jurídico de 18 anos de cadeia. Terá ainda de indemnizar as vítimas em 53 mil euros, ficando impedido de exercer funções durante 15 anos.

Os crimes foram todos cometidos no interior da sala de aulas e no espaço dos professores, onde colocava as meninas ao colo e lhes tocava nos órgãos genitais. O arguido chegou a ameaçar as crianças para que se mantivessem em silêncio e bateu mesmo com a cabeça de uma das vítimas no quadro da sala. O caso foi descoberto quando as vítimas – quatro meninas de 7 e 8 anos – começaram a revelar um comportamento estranho.

"Passaram a ter uma maior dependência das progenitoras, receio em ir à escola, dificuldade em se vestirem, tomarem banho e não quererem dormir sozinhas", menciona o acórdão. Algumas continuam a ser acompanhadas por psicólogos e o caso acabou por ser denunciado pela mãe de uma delas.

O professor foi detido pela Polícia Judiciária a 22 de novembro de 2017 e está em prisão preventiva desde essa altura na cadeia de Beja, para onde regressou depois de ter ouvido a sentença.

SAIBA MAIS 
D. Sebastião
De acordo com o historiador Harold Johnson, da Universidade da Virgínia, o rei D. Sebastião foi vítima de abusos aos nove anos, cometidos pelo tutor, um padre jesuíta.

1986
ano em que foi usada pela primeira vez a expressão pedofilia. Surgiu num artigo do psiquiatra Richard von Krafft-Ebing e depois na 10ª edição da ‘Psychopathia Sexualis’.

Subterrâneo
Em 1996, Marc Dutroux foi preso por sequestro, tortura e abuso sexual de seis meninas – quatro morreram. O belga admitiu que queria criar uma cidade no subsolo só para crianças.
José Jerónimo Beja OTribunal professor Polícia Judiciária crime lei e justiça crime crimes sexuais polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)