Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Professora agredida por pais de alunos

Uma professora do ensino básico de Castro Marim foi agredida pelos pais de dois alunos de etnia cigana. A docente deu boleia às crianças depois das aulas, num dia de chuva, e estas queixaram-se aos progenitores de uma tentativa de rapto.
11 de Março de 2005 às 00:00
Os meninos queixaram-se de rapto
Os meninos queixaram-se de rapto FOTO: Tiago Sousa Dias
Os factos remontam a 4 de Março, dia posterior à boleia, altura em que os pais se deslocaram à Escola EB N.º1 de Barrocal e, na hora do almoço, aproveitando o facto de a docente estar sozinha, ter-lhe-ão dado duas chapadas na cara.
Ainda a injuriaram e a professora terá mesmo ficado com as marcas dos óculos na face.
Ao que o CM conseguiu apurar, quando as crianças chegaram a casa ter-se-ão queixado aos pais da alegada tentativa de rapto, o que, tudo o indica, esteve na origem da reacção intempestiva dos progenitores. Desde esse dia, os alunos não terão voltado às aulas.
Foi apresentada queixa por agressão na GNR de Castro Marim, que comunicou a ocorrência ao Ministério Público, por se tratar de um crime público e qualificado. O caso segue agora para tribunal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)