Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Professora que matou marido em Abrantes condenada a 19 anos de prisão

Tribunal não deu como provada a versão que mulher terá agido em legítima defesa.
João Nuno Pepino e Mariana Óca 16 de Agosto de 2019 às 11:37
A carregar o vídeo ...
Professora que matou marido em Abrantes condenada a 19 anos de prisão
A professora que assassinou o marido, também ele professor, no verão de 2018, em Abrantes, foi condenada a 19 anos de prisão. 

O CM sabe que na leitura do acórdão, o coletivo de juízes deu como provado o crime de homicídio qualificado, mas não apurou o motivo pelo qual a mulher matou o companheiro, ficando a faltar desvendar a peça-chave deste crime.

O tribunal não deu como provadas as alegações do Ministério Público, que acredita que a professora engendrou um plano para matar o companheiro. Nem a versão da acusada, utilizada em primeiro interrogatório, onde defendeu ser vítima de violência doméstica e ter agido em legítima defesa.

Segundo o MP sustenta, a mulher, descontente por o marido se querer divorciar, elaborou um plano para lhe tirar a vida usando um martelo, de modo a atribuir a autoria da morte a assaltantes encapuzados.

A acusação afirma ainda que a mulher combinou com uma amiga levar os filhos ao parque de S. Lourenço, em Abrantes, tendo antes dado ao marido, sem este se aperceber, medicamentos com alprazolam (ansiolítico) e mirtazapina (antidepressivo) para ficar sonolento e não se defender dos golpes.

Nas alegações finais, realizadas em 15 de julho, o procurador do Ministério Público pediu uma pena superior a 18 anos, sublinhando que a arguida "matou um ser humano de forma sádica, cruel e particularmente dolorosa", após ter-lhe dado medicação "às escondidas", e sem que tivesse "nenhum motivo", pois considerou não ter ficado provado que tenha sido vítima de maus tratos, físicos ou psicológicos.

Recorde-se que a professora terá desferido, pelo menos, sete pancadas na cabeça, que causaram várias lesões à vítima, que se encontraria deitada num sofá-cama no pátio da casa.
Abrantes crime lei e justiça questões sociais crime homicídio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)