Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Prostituta arma cilada a polícia

O agente da PSP seguia com a ‘amiga’ na Calçada dos Mestres, em Campolide, Lisboa, quarta-feira de madrugada. Eram 01h40. O polícia conduzia o seu Opel Astra quando se viu cercado por cinco homens que saíram de um Fiat Punto. Com facas na mão. Foi brutalmente espancado e abandonado na rua. A mulher, que seguia ao seu lado, que fontes policiais indicam ser prostituta, entrou no carro dos colegas com quem planeou o ataque.
12 de Setembro de 2009 às 00:30
Prostituta arma cilada a polícia
Prostituta arma cilada a polícia FOTO: Ricardo Cabral

Com 48 anos, o agente A. F. partiu a chave do Opel Astra com as próprias mãos, perante o olhar incrédulo dos bandidos que viram assim o plano fracassar. Arrancaram a grande velocidade, mas foram apanhados na mesma madrugada por uma patrulha da PSP.

Dentro do carro estavam os cinco homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, e a prostituta utilizada como isco para atrair o polícia.

De resto, face aos ferimentos sofridos, A. F. necessitou de receber tratamento hospitalar.

PORMENORES

D. N. PSP

Ao que o ‘CM’ apurou, o agente A. F., de 48 anos, presta serviço nas instalações da Direcção Nacional da PSP.

SEQUESTRO

Quando apresentou queixa, o polícia ainda não se tinha apercebido de que tinha caído numa cilada montada pela ‘amiga’.

FACADAS

Os cinco bandidos ainda tentaram desferir golpes no agente, mas não conseguiram. Fugiram sem levar nada.

Ver comentários