Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

PROTESTOS CONTRA CORTES NAS BOLSAS

Alguns alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro protestaram ontem, em Vila Real, contra a não atribuição da bolsa correspondente ao mês de Julho, uma medida imposta pela universidade devido a uma reorganização do calendário escolar.
8 de Julho de 2003 às 00:00
Estudantes de Vila Real protestaram em frente aos serviços de Acção Social
Estudantes de Vila Real protestaram em frente aos serviços de Acção Social FOTO: d.r.
Com cartazes onde se podia ler "erros administrativos prejudicam alunos bolseiros", "tinha o terrível hábito de comer todos os dias e agora já não o posso sustentar" e "estamos em exames, queremos condições para atingir o sucesso escolar: sossego e bolsa", os estudantes concentraram-se à porta dos Serviços de Acção Social da UTAD.
"Os Serviços de Acção Social da UTAD lembraram-se à última da hora de que não podem pagar aos bolseiros o mês de Julho", afirmou um dos alunos Jorge Almeida. Acrescentou que "os próprios serviços estavam a pensar pagar este mês, pois os recibos de Julho foram emitidos e alguns colegas ainda os assinaram e não vão receber".
NOVO CALENDÁRIO
O administrador dos Serviços de Acção Social da UTAD, Rui Santos, explicou que este ano foi introduzido um novo calendário escolar na universidade transmontana, que transferiu a época de exames de recurso do mês de Setembro para Julho.
Anteriormente os alunos recebiam a bolsa correspondente ao mês de Julho e não recebiam o mês de Setembro por ser considerado o mês de exames de recurso.
Com a alteração do calendário, o ano escolar terá início no dia 1 de Setembro, durante o qual serão atribuídas bolsas, e como Julho passa a ficar reservado aos exames de recurso, este mês já não será pago.
Entretanto, as residências encerram no próximo dia 15.
Estudam na UTAD 1760 alunos bolseiros, aos quais são atribuídos 220 mil euros por mês.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)