Provas indicam falso estripador

Horários dos crimes não batem certo com investigação da PJ
05.12.11
  • partilhe
  • 0
  • 0
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
Provas indicam falso estripador
José Guedes, preso por suspeitas de ter morto outra prostituta no ano 2000, em Aveiro, diz que em 15 de Março de 1993 apanhou o último autocarro que saía da Póvoa, junto ao Pingo Doce, à 00h35. Vítima morreu mais tarde
Minutos antes de Maria João ser esventrada no interior de um barracão na Póvoa de Santo Adrião, uma colega da prostituta ouviu--a gritar com um homem, na madrugada de 15 de Março de 1993. A PJ tem esse testemunho, relativo ao terceiro homicídio do ‘Estripador de Lisboa' - a provar que a jovem de 27 anos esteve viva até depois das 01h00. O que desmente José Guedes, ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouAssine 1 mês por 1€.
Para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje por 0.60€ + IVA
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica
ou
UTILIZE O 
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!