Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Psiquiatra paga 100 mil € por violar

O Supremo Tribunal de Justiça condenou o psiquiatra João Vasconcelos Vilas Boas a pagar 100 mil euros a uma paciente que violou no seu consultório na Foz, Porto. A vítima estava grávida de 8 meses.
17 de Fevereiro de 2012 às 00:30

"Fez-se um pouco de justiça. Mas um homem destes não pode andar na nossa sociedade", disse ao CM um familiar da mulher. O caso remonta a Setembro de 2009. Em primeira instância o médico foi condenado a cinco anos de pena suspensa, tendo sido absolvido pela Relação do Porto. "O avanço sexual de um médico psiquiatra sobre a paciente que está a ser por ele observada seguido de coito oral e cópula, sem o consentimento da mesma, estando ela com doença depressiva e gravidez quase de termo, é um acto de enorme gravidade", lê-se no acórdão do Supremo. "A decisão traz um pouco de conforto à família", disse o advogado da vítima, que vai avançar com a queixa no Tribunal Europeu.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)