Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

PSP e GNR encaminhados para serviços de saúde

Os militares da GNR e os agentes da PSP identificados em risco de suicídio vão ser encaminhados para os Serviços Locais de Saúde Mental, de acordo com dois protocolos que vão ser assinados esta quarta-feira, em Lisboa.

4 de Março de 2009 às 12:30

Os protocolos, celebrados entre a PSP, a GNR e o Alto-Comissariado da Saúde, prevêem a criação de um sistema de referenciação e de encaminhamento dos militares da GNR e dos agentes da PSP considerados em risco de suicídio para os Serviços Locais de Saúde Mental.

O gabinete de Psicologia da PSP e o Centro de Psicologia e Intervenção Social da GNR deverão fazer a referenciação dos elementos das forças de segurança e o eventual encaminhamento para o serviço  “mais adequado, sem exclusão de outros serviços já existentes, com base em critérios de risco e procedimentos de avaliação cientificamente validados”.

O ano de 2008 ficou marcado por um aumento de suicídios cometidos por elementos das forças de segurança, de acordo com os protocolos. O Comando-Geral da GNR afirma que 12 militares da GNR se suicidaram em 2008 e já em 2009 outros 4.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)