Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

“PSP é que agrediu”

Cândida Neto, mãe do condutor que um agente da PSP acusa de injúrias e agressão, após uma discussão de trânsito numa rua de Faro, conforme o CM ontem noticiou, diz que o agressor foi o polícia.
25 de Outubro de 2009 às 00:30
Cândida Neto acusa o agente da PSP de a ter agredido e ao filho
Cândida Neto acusa o agente da PSP de a ter agredido e ao filho FOTO: Luís Costa

“O agente foi muito incorrecto e violento, o meu filho  tinha a carrinha mal estacionada e pediu-lhe um minuto para ir entregar uma encomenda, afirmou  não ter onde colocá-la e o polícia  mandou meter a viatura na algibeira”, acusa.

Cândida, que mora perto, conta que viu o filho ir buscar os documentos à carrinha. Depois, “o agente jogou-se a ele e tentou algemá-lo, tentei meter-me no meio e fui também agredida pelo polícia”, acusa Cândida, que se queixa de dores num braço que partiu recentemente. “Nem os meus avisos de que estava ferida impediram o agente de me agarrar no braço dorido e de me empurrar com violência”, diz, “o meu filho veio em meusocorro, agarrou-o pela farda e arrancou-lhe um botão”.

A revolta dos populares que testemunharam a cena motivou o pedido de socorro do agente para a esquadra. “Nunca vi tanto polícia junto. Veio uma carrinha, um carro-patrulha, uma moto e até um agente de bicicleta apareceu num ápice, como se tivesse havido um assalto a um banco”, conta Cândida, que agora promete processar o agente.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)