Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Polícia mata homem que o atacou com machado

Dois agentes da PSP ficaram feridos, um deles com gravidade.
João Carlos Rodrigues 7 de Setembro de 2016 às 12:13
Agente foi transportado para o hospital com ferimentos graves.

Um agente da PSP ficou gravemente ferido esta quarta-feira de manhã depois de ter sido atacado à machadada no pescoço. Em defesa, o agente efetuou disparos e matou o civil que o atacou. Há um segundo agente ferido, atingido com uma facada num braço. Foi transportado ao hospital e já teve alta. 

Os dois polícias davam cumprimento a um mandato judicial de captura, cerca das 10h40, na Avenida Almada Negreiros, no Vale da Amoreira, na Moita, quando um dos agentes foi atacado com um machado. O superintendente Viola da Silva, comandante do comando da PSP de Setúbal, disse à CMTV que o polícia ferido à machadada "agiu em legítima defesa, sob perigo de poder ser morto". 


O polícia ficou gravemente ferido e para se defender de mais agressões respondeu a tiro com vários disparos, matando o agressor. O agente foi transportado em estado grave para o hospital do Barreiro.

O óbito do civil foi confirmado no local.

No local estiveram 39 bombeiros com nove viaturas, das corporações da Moita, Sul e Sueste e Salvação Pública.

A GNR e a PSP também estão no local e o caso deverá ser investigado pela Polícia Judiciária. 


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)