Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

PSP não é paga no Bairro Alto

Os vários agentes da 1ª Divisão da PSP de Lisboa que prestam serviço à noite na zona de bares do Bairro Alto, fora do horário normal de trabalho, não recebem desde o início do ano. A dívida da câmara municipal, apurou o CM, ascende a perto de 15 mil euros.

30 de Maio de 2011 às 00:30
Zona do Bairro Alto é problemática sobretudo ao fim-de-semana onde milhares de jovens vão aos bares
Zona do Bairro Alto é problemática sobretudo ao fim-de-semana onde milhares de jovens vão aos bares FOTO: Vasco Neves

O último pagamento foi feito em Dezembro e a situação está a preocupar os polícias, que já no ano passado passaram pelos mesmos atrasos de pagamento. Isto numa zona histórica da capital, onde, durante a noite, a segurança é essencial: aproveitando a presença de milhares de jovens, sobretudo durante os fins-de-semana, dezenas de traficantes vendem ali droga em várias esquinas – conforme o CM já constatou em várias reportagens.

O desconforto entre os agentes da PSP agudiza-se porque, dividindo aquele serviço de patrulhamento com a Polícia Municipal, constatam que esta última tem as contas todas saldadas. O CM tentou obter um esclarecimento da parte da Câmara de Lisboa, a entidade devedora, mas tal não foi possível.

António Ramos, do Sindicato dos Profissionais de Polícia, fala em discriminação. "Há dinheiro para uns e não há para outros".

A dívida total de gratificados aos polícias, por entidades privadas e públicas, entre as quais o Ministério da Administração Interna, "é extensa", diz Ramos. No final de 2010 cifrava-se em dois milhões de euros.

PSP BAIRRO ALTO CÂMARA DÍVIDA LISBOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)