Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

PSP prende mãe e filho por tráfico de heroína

Uma mulher de 42 anos, e o seu filho de 23, ambos toxicodependentes, foram detidos pela PSP de Lisboa ao princípio da manhã de ontem, na Zona J do Bairro de Chelas, suspeitos de tráfico de droga. São, segundo a Polícia, consumidores traficantes .
14 de Setembro de 2006 às 00:00
Desde finais do ano passado que mãe e filho estavam sob vigilância da 2.ª Esquadra da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da PSP de Lisboa. “A mulher, em especial, é uma velha conhecida da PSP de Chelas. Além de ser consumidora de drogas duras há anos, foi inúmeras vezes detida por pequeno tráfico, em vários pontos da Zona J”, disse ao CM fonte policial.
No entanto, nem sequer as repetidas detenções conseguiram impedir que a mulher de 42 anos regressasse sempre à venda de rua de estupefacientes.
Sem qualquer ocupação definida, e mãe de um jovem de 23 anos, arrastou o próprio filho para a toxicodependência.
“Eles partilham uma pequena casa na Avenida João Paulo II, e vivem exclusivamente da droga que conseguem vender”, salientou o mesmo informador policial.
Durante meses, mãe e filho nunca se preocuparam com a hora do dia a que consumavam os negócios. “A venda, particularmente de heroína e haxixe, sempre foi feita em especial na Avenida João Paulo II, mas também noutros pontos da Zona J de Chelas”, acrescentou o responsável policial.
A clientela da rede familiar de venda de droga estava também definida. “Todos os toxicodependentes que se deslocavam à Zona J para comprar droga já os conheciam. Os negócios eram quase sempre feitos nas estreitas vielas da Zona J”, frisou.
Após cerca de nove meses de investigação, uma brigada da 2.ª Esquadra da DIC efectuou ontem uma busca domiciliária à residência dos dois suspeitos. A quantidade de droga apreendida não foi significativa: 38 gramas de haxixe, e 2 gramas de heroína, em conjunto com diversos utensílios usados no corte e acondicionamento da droga.
Ao final da tarde de ontem, não eram ainda conhecidas as medidas de coacção aplicadas aos detidos.
BAIRRO VIOLENTO
CAMARATA
No passado mês de Julho, uma camarata da PSP situada na Zona J de Chelas teve de receber reforço policial. Traficantes de droga da zona apedrejaram as instalações onde residem inúmeros polícias que prestam serviço no comando de Lisboa. Não houve feridos, mas a vigilância mantém-se.
ECSTASY
A 24 de Junho, um homem de 39 anos foi detido pela PSP, quando circulava numa carrinha Renault, em plena Zona J. A Polícia efectuou uma busca à casa do suspeito, onde encontrou várias doses de droga, e um produto usado para o fabrico de pastilhas ecstasy.
CÃES
Dois homens, de 27 e 28 anos, foram identificados pela PSP a 18 de Abril, na Zona J de Chelas, por alegadamente terem treinado e colocado os cães de que eram proprietários, ambos de raça pitbull, a disputar entre si uma luta. O confronto entre pitbulls, é prática corrente naquela zona de Lisboa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)